Quarta-feira, 23 de Abril de 2008

Pode ser, Sr. Fernandes?

Como alguns de vocês sabem, eu tenho uma úlcera no estômago.
Tenho-a há anos, tratamos-nos por tu quando ela decide acordar.
A dita cuja decide acordar quando eu me irrito solenemente e não tenho possibilidades de me explicar convenientemente aos responsáveis pela minha irritação.

A minha úlcera acordou há umas semanas e vou ter de fazer uma endoscopia. Como alguns saberão, as endoscopias são exames muito dolorosos. Por isso, o meu médico decidiu que eu devia fazer a endoscopia com anestesia geral. Como devem calcular, uma endoscopia com anestesia geral vai sair-me cara.

Como não tive oportunidade de desabafar junto do senhor que ajudou a despertar a úlcera, acho que lhe vou mandar a conta da Cuf, bem como, a mensalidade de Abril do meu seguro de saúde.

Fico a aguardar a sua boa-vontade e excelentes intenções, que de resto, são as suas bandeiras.
Pode ser, Sr. Fernandes?

TNT
publicado por TNT às 16:42
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
Sábado, 8 de Março de 2008

Setôr? Tenho umas dúvidas...

Estou farta da conversa em torno dos professores... e agora apetece-me desabafar um bocadinho. Provavelmente vou ferir algumas susceptibilidades, mas o que seria da vida sem emoção?

Os professores têm um ministério a trabalhar para eles que lhes arranja e garante emprego até à idade da reforma. Eu não!

Os professores, para além do ministério garantido, têm ainda sindicatos que os protegem com unhas e dentes de toda e qualquer eventualidade, a não ser que se droguem na sala de aula ou abusem sexualmente dos alunos nas instalações escolares. Eu não!

E para completar o quadro, ainda têm associações formadas com o objectivo de os alertar para as injustiças a que são sujeitos. Eu não!

Os professores não querem ser avaliados da forma como o ministério entende. Não sei se já referi, mas é o dito ministério que lhes arranjou e lhes mantém o posto de trabalho.
Ah , ok... já tinha referido...
Não concordo com o sistema de avaliação. Acho que os professores devem ser sujeitos a auditorias exteriores exercidas por entidades privadas e sem a menor contemplação. Nada de graxas, nada de antiguidades. Apenas competência e mérito...
Hum, isto assim torna-se mais complicado, não é?

Todos nós passámos por professores desmotivadores que até nos convenceram que éramos maus naquela dita cadeira. Pois é... o Einstein também chumbou a matemática. Seria culpa dele ou do quadrúpede do professor?

Nunca trabalhei para o Estado e o único vínculo que tenho com esta entidade, é fiscal. Ou seja, pago os ordenados dos professores, e já agora também pago os dos polícias destacados para servirem de babás aos ditos. E dos que andaram a fazer interrogatórios manhosos nas escolas. Não há telefones ou mails? Não sabem que quem trata dos assuntos dos professores são os sindicatos? Eles têm, obviamente, mais que fazer... iam agora preocupar-se com essas coisas, quando têm um serviço de secretariado?

Que me lembre, nunca vi os professores satisfeitos com o ministério da altura. Os ministérios são sempre uns déspotas, uns fascistas, uns prepotentes. E os professores são sempre uns desgraçados, uns incompreendidos, umas vítimas do sistema.

Se calhar, se experimentassem trabalhar no sector privado sem ministérios a arranjar-lhes emprego mal saem da faculdade, sem sindicatos para os protegerem das horas a mais, e sem associações para os alertarem para os “síndromas calimeros”, talvez se dedicassem mais à causa.... que isto a vida não está para graças! E muito menos para perder sábados em manifestações.

Sábado, vou passá-lo a trabalhar. E nem quero pensar em sair de casa. Porque vou ter 40.000 inúteis a passearem-se nas ruas da minha cidade, vindos de todo o país, a entupir o trânsito, gritando palavras de ordem...

A meu ver falta-lhes brio profissional, espírito de missão e um valor essencial: gratidão. O emprego deve ser visto como um privilégio e não como um dado adquirido.
E meus caros “setôres”, quem está mal, muda-se! Nunca ouviram dizer...? (perguntem aos vossos colegas da disciplina de Português)

TNT
publicado por TNT às 01:03
link do post | comentar | ver comentários (24) | favorito
Sexta-feira, 1 de Fevereiro de 2008

A arrogância dos ignorantes

Este país está minado de base por uma cambada de ignorantes com algum dinheiro, e que desta forma o conduzem. Os desígnios do nosso Portugal, na sua grande maioria, estão nas mãos de gente que não sabe como se faz e que, mais grave do que não saber, é não querer saber. Pensam que sabem, vão por intuição, põem-se a adivinhar e depois logo se vê. Este “depois-logo-se-vê”, expressão tão tipicamente ibérica, traz-nos muitos amargos de boca. Vejamos as seguintes situações:

Como sabem, toda a celeuma em torno da actividade pidesca anti-tabagista, surge maioritariamente porque a lei foi mal parida. É certo que não se pode fumar aqui e ali, porém, alguns locais poderão ser visitados por essa cambada de marginais que são os fumadores, se estes estiverem preparados com extractores eficazes de fumo. Erro! Os extractores de fumo não estão homologados pela legislação e o resultado é que os proprietários não vão arriscar a adquirir equipamentos que depois a pide/dgs do século XXI, mais conhecida por asae, poderá reprovar. Para além dos custos com o aparelhómetro, ainda teriam de pagar a multa. Notam aqui alguma incongruência, ou sou só eu?

Um amigo meu que é arquitecto está integrado numa equipa a concorrer para a concepção de um edifício público multi-usos. O briefing foi dado, o projecto começou a surgir, sem porém, terem todas as informações necessárias em termos de dimensões para cada área e exigências várias que a lei com certeza prevê. Digo eu que não se pode construir um consultório dentário sem uma sala de esterilização dos objectos. O clarão do óbvio é tão forte que chega a cegar. Ele, ao fazer tão descabidas perguntas, relativas às necessidades e exigências do espaço, é olhado de lado como se de um total absurdo se tratasse, querer saber como se fazem as coisas antes de as começarmos a fazer. O dono do atelier que tem a mania que sabe tudo, acha que a resposta está apenas na sensibilidade e bom-senso das pessoas e as leis que se lixem. Estão a ver o que vai acontecer a este concurso, ou sou só eu?

Quando trabalhava em Madrid, era responsável pelo marketing da empresa que em breve abriria portas em Portugal. A determinada altura tive de pedir ao departamento de design que concebesse um raio de uma caixa que pudesse conter um cd, bem como, um manual de instruções e mais umas coisitas. A caixa que seria produzida em cartão, com a imagem daquela linha de produtos, foi para trás 15 vezes! Ou porque não obedecia aos espaços necessários, ou porque não obedecia aos tamanhos de embalagem dos ctt, ou porque o cd não encaixava, ou porque sobrava espaço... enfim.... uma parafernália de elementos que os tais designers não quiseram respeitar por acharem que sabiam mais do que toda a gente. Ignoraram as directrizes e o resultado foi que ao fim de 15 tentativas depois, a caixa lá ficou pronta e a portuguesa (moi!) ficou com fama de megera exigente absurda, apenas porque essa era a forma de trabalhar deles. Fazer mais do mesmo e perder tempo sem fim numa coisa que se poderia produzir em três ou quatro dias. Esta é a maneira mais absurda de trabalhar, ou sou só eu que penso assim?

A maioria das mentalidades são terceiro mundistas. E os poucos que tentam fazer as coisas com bases estruturadas são muitas vezes dispensados das suas funções por não terem “espírito de equipa”! O “espírito de equipa” é encarado como o tão afamado tapa-buracos, e quem se recusa a começar projectos esburacados é excluído. Isto é completamente contraproducente ou são só manias minhas?

Felizmente ainda há algumas empresas com gente capaz a conduzir o barco, senão era o descalabro total de um país europeu do terceiro mundo.

Ai Portugal, Portugal, o que é que tu estás à espera? Tens um pé numa galera, outro no fundo do mar...”*

TNT

* Jorge Palma
publicado por TNT às 15:50
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
Quinta-feira, 26 de Julho de 2007

As Nuances da Consciência

Leio num jornal a notícia que a Ordem dos Médicos vai divulgar uma listagem de médicos “objectores de consciência” e que por isso mesmo se recusam a proceder à intervenção cirúrgica da IVG. No entanto esta listagem só é válida para o serviço público de cuidados de saúde prestados à população que se serve do SNS. Ou seja, a sua posição no serviço privado fica salvaguardada de qualquer tipo de “objecção de consciência”.

Independentemente de ter votado pelo sim, aceito e respeito opiniões contrárias, desde que devidamente fundamentadas e coerentes.

 

Dizem que são objectores de consciência no serviço público, mas no serviço privado, ao auferirem uns euricos por fora, já não há objecção para ninguém... Em que é que ficamos afinal? Que raio de consciência é esta?

 

Nós todos, que pagamos os ordenados destes “objectores de consciência” devíamos ter o direito de averiguar o passado destes senhores. Se foram à tropa, se alguma vez limparam o sebo a uma perdiz ou se coleccionam lepidópteros. Sim, porque isto de se ser objector de consciência tem muito que se lhe diga e não tem só que ver com fazer abortos!

 

TNT

publicado por TNT às 01:37
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
Terça-feira, 5 de Junho de 2007

Oh que saudades da Guerra Fria!

Todos sabíamos com o que contar. A espionagem tomava lugares cimeiros nas hierarquias geo-políticas. Era sempre seguro. Portugal era um dos países escolhidos para as negociatas e vários senhores da CIA e do KGB encontravam o seu refúgio em terras lusitanas.

Não havia terrorismos, não haviam Jihads ou pelo menos ninguém lhes ligava nenhuma. Eram dois adversários à altura, com regras definidas, jogadores implacáveis do xadrez mundial. Estados Unidos da América e União Soviética. Bons tempos...

Neste momento e por causa das loucuras e devaneios do senil do Bush podemos vir a ter a nova Guerra Fria. O que é bom para arrefecer os ânimos exaltados dos fanáticos religiosos. Parece que o George W. pretende instalar uma central anti-mísseis ali para os lados da República Checa. Ah e tal... os checos não têm de escolher lados, podem ser amigos de russos e americanos e coiso.... Oh amigo, isto seria possível se não fosse um KGB que estivesse à frente dos desígnios da nação russa. Assim, vais sentir a supremacia da dor. Ah pois vais!

Das duas uma: ou o Bush enlouqueceu de vez ao meter-se com o Putin – porque embora a Rússia já não tenha o poderio bélico de outrora, o dirigente russo tem umas coisas entre as pernas que ao Bush nunca irão crescer – ou então é uma jogada bilateral combinada, para acabar de uma vez por todas com o chamar de atenção dos miúdos das al-qaedas espalhadas pelo mundo fora, que já não há pachorra para viverem em cavernas e com x-actos a desviarem aviões.

Sempre me chamaram de snob e classista. É verdade. Acredito piamente que o destino do mundo deva estar nas mãos de gente com poder, classe, armas a sério e estratégias globais sem deixar pontas soltas como os amadores das túnicas branquinhas. Façam a barba, vistam fatos e saltem para o palco do século XXI!

Vivam os 007 deste mundo, o KGB, a CIA, o MI6, o BND e até o SIS!

TNT
publicado por TNT às 13:58
link do post | comentar | ver comentários (49) | favorito
Terça-feira, 10 de Abril de 2007

Os girinos de vuestros hermanos

Hoje na primeira página do jornal Metro vinha qualquer coisa como “Mulheres portuguesas engravidam com esperma espanhol”. Eu não li a notícia mas percebi que tratava da falta de legislação para bancos de esperma portugueses e que por isso as clínicas de fertilização são obrigadas a utilizar a bicharada do país vizinho...

Como se já não bastasse estarem completamente imiscuídos na banca, telecomunicações, tecnologias, comunicação social, etc, etc, andam também a meter-se na genitália das mulheres portuguesas. E com consentimento dos respectivos. O chamado corno manso, traidor da pátria!

Tenho receio do que possa acontecer daqui a 20 anos. Será que nos vamos transformar num país híbrido de uma mistura impossível digna de uma obra de Stephen King? É que misturar português com espanhol, é como tentar misturar azeite com água. Fica uma nojeira gordurosa que nem aproveita nem sai de cima.

Faço aqui um apelo às mulheres portuguesas! Não se deixem comer pelos espanhóis. Eles que enfiem o esperma deles no ânus castelhano, no recto catalão, na roseta andaluza!

E os homens portugueses que trabalhem melhor, que isto o perigo espreita em qualquer fronteira... Irra! Que já nem fronteiras há! Temos de enfiar uma camisinha em toda a zona da raia para conseguirmos travar esta nova ameaça. Directamente vinda dos confins das cuecas infectas de vuestros hermanos...

TNT
publicado por TNT às 00:10
link do post | comentar | ver comentários (24) | favorito
Segunda-feira, 26 de Março de 2007

Pérolas a Porcos

Acabo de ver os resultados da votação dos “Grandes Portugueses”. Verifico com muita tristeza e azia que os grandes vencedores deste reality show são os piores de uma lista infindável de concorrentes (Salazar e Cunhal). Antes o Marco Borges do BB, no sketch dos Gatos!

Sinto-me fisicamente mal disposta por viver num país assim. Não por tais personagens terem existido na nossa História, mas pelos vistos, por nada ter sido aprendido.

Como é que é possível votar-se em Salazar ou em Cunhal, quando havia na lista D. Afonso Henriques que até bateu na mãe na defesa duma Pátria em riscos de ser perdida porque a maluca andava a dormir com espanhóis? Infante D. Henrique que apesar do seu gosto duvidoso para a moda, teve a visão, forçado ou não, de nos expandirmos de forma brilhante pelo globo? Vasco da Gama, grande navegador, Aristides de Sousa Mendes, um diplomata que arriscou o pescoço perante o senhor que ganhou, para salvar milhares de vidas, Fernando Pessoa, escritor genial que levou novamente o nome e orgulho portugueses a tantas paragens?

Eu nem sei o que dizer perante tamanha alarvidade do povo português, a não ser, ter um ataque de snobismo e dizer: realmente o povo não percebe nada! O povo não merece votar. O povo é pobre. Pobre de espírito. O povo não devia ter tantos privilégios como tem. E o povo, devia realmente viver numa ditadura, tanto de esquerda como de direita, e nem poder ver televisão. É dar pérolas a porcos...

Sempre fui muito patriota. Quem me conhece sabe que defendo Portugal, às vezes até demais, correndo o risco de me prejudicar. Neste momento, tenho vergonha de pertencer a esta nação valente e imortal.

TNT
publicado por TNT às 01:32
link do post | comentar | ver comentários (27) | favorito
Segunda-feira, 19 de Março de 2007

Wrestling em Óbidos

Desenganem-se aqueles que julgavam que Óbidos só servia para eventos chocolateiros de suprema qualidade, para património mundial ou para as tão ambicionadas 7 maravilhas de Portugal...

Óbidos para além de todas estas maravilhosas atracções, serviu também de palco ao inominável conselho nacional do cds. Parece que os meninos não gostavam do chefe e decidiram destituí-lo. Quem os pode censurar? Quantos de nós não pensámos também já nisso...? Posto isto, deram as mãos, vestiram os seus pullovers amarelos, elas muniram-se dos seus lenços hermès e montaram-se todos nas suas carrinhas e suv’s por ali fora, até chegarem à maravilha muralhada, para que mais nada entrasse e só um saísse. Pois um homem que não dá para dirigente desportivo, vai servir para líder de partido? Também... realmente os queques do cds, parece que não pensam. Qualquer benfiquista saberia isso de cor e salteado. Adiante...

Parece que aquilo não correu muito bem. Parece que nos festivais de chocolate, apesar das filas das excursões vindas de mirandela e vila praia de âncora, aquilo corre melhor. Há gritaria, que a há, mas parece que a coisa não chega a vias de facto.

Mas o cds, como partido cristão que é, tem aquelas manias de dar a outra face e não sei quê. Ora como a tia mizé é tão dada a misericórdias e assim, não me admirava nada que tenha sido isso que aconteceu. E vai disto o pequeno amaral aproveitou e espetou-lhe um tabefe para que a tia soubesse dar o lugar às novas. Que isto de levarmos todos roupinha linda e só alguns a poderem mostrar, vai contra os estatutos do partido, secção 3, alínea b.

Quem deve estar agarradinho à barriga de tanto rir é o tio sócrates. Que vê a oposição andar à bofetada por terras de Portugal, enquanto ele corre a meia maratona patrocinada pelos amigos da energia.

E o marques mendes não se ponha a fancos, que qualquer dia leva um calduço na testa de um qualquer discípulo de um wannabe emergente e nem pia. Já deve estar em pânico com o próximo congresso...

A minha proposta é que os congressos dos partidos da oposição sejam em arenas próprias, com portas abertas ao público e merchandising para o povinho poder torcer convenientemente pelos seus wrestlers favoritos. Eu cá começo já a apostar que o jerónimo limpa o sebo a uns quantos.

E vocês, em quem apostam?

TNT
publicado por TNT às 23:37
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito

.outros blogs da menina

. Interno Feminino

. Experimentámos

.pesquisar

 

.posts recentes

. Thursday bloody Thursday

. Importa-se de repetir?? -...

. Qual foi o melhor 'esmiuç...

. Retrato de um debate

. A acção do 31 da Armada

. Jornalistas ou carneiros?

. To BE or nor to BE...

. Prato do dia: Crise à Por...

. De volta....

. Os Edifícios Devolutos e ...

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

.arquivos

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Julho 2011

. Abril 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim

.subscrever feeds